CUIDADO: Fakes brotam do inferno em período eleitoral

fakeCuidado ao adicionar qualquer contato como amigo no facebook, em época de eleições, fakes (perfis falsos) brotam do inferno para atormentar a vida de quem trabalha honestamente.

COMO DESCOBRIR SE É UM PERFIL FALSO?

1 – Saiba qual é a importância em se reconhecer um perfil falso. Caso esteja se perguntando o que pode acontecer com você caso possua um amigo fake no Facebook, vale lembrar que há uma série de coisas que poderão lhe causar perdas e estresse. Por exemplo: você pode ser manipulado e acabar se envolvendo com alguém que lhe faça pensar que realmente gosta de você. Muitas vezes, o que pessoa quer é fazer joguinhos mentais para obter benefícios próprios, como conseguir retirar dinheiro, mercadorias, propriedades ou qualquer outra coisa de você. O impostor também pode lhe enganar para poder roubar a sua identidade ou informações de valor que podem ser usadas para poder manipular até mesmo um terceiro indivíduo.
2 – Pense duas vezes antes de aceitar solicitações de amizade de pessoas nas quais você não conheça ou que não tenham utilizado métodos legítimos para poder se conectar com você. Caso não tenha certeza, considere as seguintes opções:

  • Faça as seguintes perguntas: O que faz você querer ser meu amigo? Como me encontrou? Temos algum amigo em comum?
  • Veja as fotos que essa pessoa tem no perfil. É muito perfeita ou parece retocada de alguma forma? Já viu essa foto em algum lugar?
  • Pesquise pelo nome dessa pessoa online para poder ver o que consegue descobrir sobre ela. Caso o nome seja muito comum, talvez você não consiga encontrar muita coisa. Entretanto, se não for, você poderá encontrar resultados extremamente úteis.
  • Ela já foi marcada em alguma outra foto? Uma pessoa real geralmente é marcada em um lugar ou outro, pois isso faz parte do compartilhamento entre os amigos.
3 – Leia o perfil com bastante atenção. As informações ali contidas parecem confiáveis ou são difíceis de engolir? Por exemplo: às vezes você se depara com um perfil que disponibiliza uma foto de alguém muito jovem, e essa pessoa diz que é professora ou algum CEO, por exemplo. Pelo que você consegue analisar, o que acha? Por acaso esse perfil é de alguém que apenas está querendo sair bem na fita, mas não está conseguindo transmitir essa impressão? Nesse passo não teremos como ajudar – você terá que confiar nos seus próprios sentidos. Se achar necessário, você poderá pedir provas de determinadas coisas que a pessoa informou no perfil, para poder ver se realmente são verdades ou não.
4 – Veja quais são os amigos dessa pessoa. São amigos globais ou locais? Quanto mais amigos locais, mais chances terão de ela ser real. Se vir que os amigos dela são de países muito variados, comece a desconfiar. Essa regra vale, também, para o caso de poucos ou nenhum amigo local. A falta de amigos locais sugere que você está lidando com um perfil falso. Pense bem: será que essa pessoa não conhece NINGUÉM do lugar de onde mora?
5 – Fique alerta e tome cuidado com qualquer um que você tenha aceitado mas não conheça pessoalmente. Caso você possua esse hábito (o que não é recomendado) apenas porque o indivíduo parece ter os mesmos interesses que você, você já está exposto e sujeito à criação de um perfil falso em seu nome. Apesar de você poder abrir as portas para novas pessoas dessa forma, é sempre bom ter alguém para lhe ajudar a analisar a situação. Além disso, caso seja possível, é bom ficar alerta aos sinais de comportamentos estranhos, como do nada lhe bombardear com curtidas, comentários, fotos, etc, em uma base diária. Caso dificilmente conheça essa pessoa, ela deveria estar pelo menos levando as coisas com um pouco mais de calma, para não invadir o seu espaço.
6 – Tome cuidado com a rede fake. De primeira, é relativamente fácil pensar que se alguém possui um grupo de amigos interagindo com eles, provavelmente essa pessoa é real. Entretanto, está crescendo o número de pessoas que estão utilizando múltiplos perfis falsos, fingindo ser sujeitos diferentes, apenas para poderem conquistar a sua confiança. Por exemplo: houve o caso de Natalia Burgess, que acabou fazendo com que muitos rapazes jovens caíssem nos truques de seus pseudônimos, apenas porque não se sentiu amada da maneira que deveria. Infelizmente, impostores que possuem o mesmo estilo são capazes de chegar aos extremos, criando até mesmo perfis em outras redes sociais apenas para darem a impressão de serem verdadeiros.
7 – Procure por contradições nas coisas que essa pessoa diz a você. Caso você esteja sendo vítima de um perfil falso, a verdade eventualmente será revelada. É muito comum alguém que possui vários perfis falsos acabar perdendo o controle de todos e misturar as histórias de cada um. Se notar que isso está acontecendo, faça anotações de cada mancada que derem, e fique alerta para mais inconsistências.
8 – Fique ainda mais atento para o caso de a pessoa dizer algo que não seja muito compatível com o perfil dela. Por exemplo: se um adulto estiver fingindo que é um adolescente, ele provavelmente irá dizer algo que já não é mais compatível com esse tempo (mas sim com o dele), e acabará confundindo os adolescentes. Sem contar que eles também podem mostrar muita sabedoria sobre um determinado assunto no qual um adolescente ou a pessoa que ele está tentando usurpar o lugar não saberiam.
10 – Exclua essa pessoa caso esteja desconfiando dela, não tenha muita certeza a seu respeito, ou esteja se sentindo desconfortável com a presença dela em sua lista de amigos. Não é que ela não seja como os seus amigos da vida real ou algo do gênero, mas ela pode acabar fingindo que é alguém que não é e se envolver com você a ponto de ferir os seus sentimentos. Avise os seus outros amigos no Facebook, caso eles também tenham adicionado o perfil falso. Uma das formas que os impostores encontram de se aproximar de você, é adicionando os seus amigos para que quando chegue a sua vez, você os confunda com alguém conhecido e acabe aceitando-os também. Isso faz a amizade parecer um pouco mais “real”. Mas porque criar um perfil falso?
DICAS IMPORTANTES
  • Tome cuidado com o que você coloca online e o que você diz às pessoas que nem mesmo conhece. Algumas delas podem agir de forma cuidadosa, até que colham as informações que precisam de você. Após fazerem isso, irão dar as costas e espalhar coisas ruins a seu respeito. Caso não conheça a pessoa, não importa o quão amigos vocês se tornem no mundo virtual. Sempre mantenha um pé atrás, e JAMAIS compartilhe os seus detalhes pessoais.
  • Procure por evidências de interação offline com os amigos do Facebook dele. Entretanto, tenha em mente que até essa interação poderá ser falsa, caso eles possuam mais de uma conta.
  • Analise todos os links que fornecerem. Isso poderá levá-lo ao site pessoal deles ou à algum outro perfil de rede social. Dessa forma, você poderá obter mais informações do indivíduo.

Consultor especializado em marketing digital

Junior Vilela

Formado em administração de empresas com habilitação em marketing com especialização em marketing digital, palestrante, empresário, blogueiro, Superintendente de Mídia de marketing e escritor.

Website: http://www.juniorvilela.com.br